Mobiliário português de estilo nacional: o bufete forma, origem e identidade.
pdf (Português (Portugal))

Palabras clave

Bufete
Mesa
Estilo Nacional
Portugal
Século XVII Bufete
Table
National Style
Portugal
17th Century

Cómo citar

Marrocano, J. H. (2021). Mobiliário português de estilo nacional: o bufete forma, origem e identidade. Res Mobilis, 10(12), 44-74. https://doi.org/10.17811/rm.10.12.2021.44-74

Resumen

Serão muito poucas as peças de mobiliário de origem e produção nacional que terão marcado de forma tão contínua e distinta os espaços interiores portugueses, como marcou o bufete. Estas mesas, juntamente com os contadores e as arcas de tremidos e torcidos, as camas de bilros e as cadeiras de couro lavrado, são os modelos mais característicos do mobiliário produzido em Portugal, nos finais do século XVII, identificando um estilo conhecido como Estilo Nacional.

O objectivo desta análise é diferenciar e aprofundar o conhecimento sobre o bufete, através do levantamento das suas características, da sua origem e das várias utilizações que tiveram dentro da casa, em Portugal, desde o inicio da sua produção. É também dado enfoque à valorização simbólica que, tanto na actualidade como no passado recente, lhe tem vindo a ser atribuída, como elemento unificador e estruturante dos espaços nos momentos protocolares portugueses.

https://doi.org/10.17811/rm.10.12.2021.44-74
pdf (Português (Portugal))

Referencias bibliográficas

Bastos, Celina, Franco, Anísio. “Para memória futura: interiores autênticos em Portugal.” (s.d.), in A CASA SENHORIAL, Portugal, Brasil & Goa, p. 73 . http://acasasenhorial.org/acs/index.php/pt/artigos (acesso a 14/08/2020)

Bastos, Celina, PROENÇA, António, J. Museu de Lamego; Mobiliário, IPM, 1999.

BASTOS, Celina. "O Mobiliário na Pragmática de 1609.” En O Luxo na Região do Porto ao Tempo de Filipe II de Portugal (1610), Coord. Gonçalo Vasconcelos e Sousa, Porto, UCE, 2002.

Blutaeu, Raphael, Vocabulario portuguez & latino: aulico, anatomico, architectonico... Coimbra.

Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712, Vol 2. http://purl.pt/13969/4/l-2772-a/l-2772-a_item4/l-2772-a_PDF/l-2772-a_PDF_24-C-R0090/l-2772-a_0000_capa-capa_t24-C-R0090.pdf (acesso a 17/07/2020)

Bluteau, Raphael. Vocabulario portuguez & latino: aulico, anatomico, architectonico... Coimbra,

Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1716, Vol 4. http://purl.pt/13969/4/l-2775-a/l-2775-a_item4/l-2775-a_PDF/l-2775-a_PDF_24-C-R0090/l-2775-a_0000_capa-capa_t24-C-R0090.pdf (acesso a 17/07/2020).

Borges, Nelson Correia. Documentos para a História do Mobiliário em Portugal: Os bufetes da Casa da Livraria da Universidade de Coimbra.

Brunt, Andrew. Guia dos Estilos Mobiliário. Editorial Presença, 1982.

Carita, Hélder. A Casa Senhorial em Portugal nos séculos XV ao XIX, Fundação Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro. 2010.http://www.casaruibarbosa.gov.br/dados/DOC/palestras/FCRB_A_Casa_Senhorial_em_Portugal_dos_seculos_XV_ao_XIX_-_Helder_Carita.pdf (acesso a 08/07/2020)

Carita, Hélder, Cardoso, Homem. Oriente e Ocidente nos Interiores de Portugal, Civilização Editora, Exemplar 5885.

Carita, Hélder. O Mobiliário Açoriano entre os Séculos XVII e XIX, in História da Arte nos Açores (c. 1427 – 2000), Ed. Secretaria Regional de Educação e Cultura, Direcção Regional da Cultura, 2018.

Canti, Tilde. O Móvel no Brasil; Origens Evolução e Características. Lisboa: FRESS/Agir, 1999.

Caravalho, Joaquim Manuel Fernandes de. A Indústria do Mobiliário Escolar em Paços de Ferreira, O Caso da Fábrica Albino de Matos, PEREIRAS & BARROS, LDA., Volume II, Dissertação de Mestrado em História Contemporânea, Volume II, 2004, FLP, p. 132. http://hdl.handle.net/10216/19451 (acesso a 27/07/2020)

Chaves, Luís. O mobiliário, in Arte Portuguesa, Dir. João Barreira, Vol. 1. Lisboa: Edições Excelsior, 1946-1951.

Ciechanowiecki, Andrew. “Spain and Portugal.” En World Furniture, ed. Helena Hayward, Hamlyn, 1979.

Dias, Pedro. Arte de Portugal no Mundo, Ìndia. Artes Decorativas e Iconográficas, nº 11, 1º Edição, Novembro de 2008.

FERRÃO, Bernardo, Mobiliário Português, A Centúria de Quinhentos, Vol. 2, Porto 1990, Lello & Irmãos Editores

Ferrão, Bernardo. Mobiliário Português, Ìndia e Japão. Vol. 3, Porto 1990, Lello & Irmão. Editores

Franco, Carlos. O Mobiliário das Elites de Lisboa na segunda metade do século XVIII. Lisboa: Livros Horizonte, 2007.

Franco, Carlos, Casas das elites de Lisboa: Objectos, interiores y vicências (1750-1830). Tese apresentada à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do grau de Doutor em Estudos do Património pela UCP, Dezembro 2014.

Guimarães, Alfredo e Sardoeira, Albano. Mobiliário artístico português: elementos para a sua história. Porto: Marques de Abreu, 1924.

Haupt, Albrecht. A Arquitectura do Renascimento em Portugal do tempo de D. Manuel, o Venturoso, até ao fim do domínio espanhol. Lisboa: Editorial Presença, 1985.

Marques, Maria da Luz Vasconcelos e Sousa, Paula. Mobiliário Português de Aparato do Século XVIII credencias, consolas e tremós. Dissertação de Mestrado em História da Arte, Vol 1, FLUP, Porto, 1997.

Marques, Cátia Teles. “ A execução dos móveis e o estatuto do oficial.” En Nos bastidores da liturgia tridentina, O Mobiliário Monumental e as Sacristias em Portugal do século XVI ao XVIII, Dissertação de Mestrado em História da Arte, FCSH, UNL, Junho de 2007. https://run.unl.pt/handle/10362/12198 (acesso a 10/04/2020).

Martins, Francisco. E. Oliveira Mobiliário Açoriano; elementos para o seu estudo, RAA, 1981.

Medeiros, Maria do Céu, P., Mateus de. O Mobiliário na pintura do século XVII em Portugal, Dissertação de Mestrado em Arte, Património e Teoria do Restauro, Universidade de Lisboa Faculdade de Letras, 2015, p. 22. http://hdl.handle.net/10451/23861 (acesso a10/04/2020)

Melo, Helena Pinheiro de, e Cruz, António João. Qual o significado de algumas marcas incisas no reverso dos suportes de madeira de pinturas antigas? in Conservar Património 26, 2017 . http://revista.arp.org.pt/pdf/2017014.pdf (acesso 09/07/2020)

Mendonça, Isabel, G., M. “O Mobiliário Religioso de António Vaz de Castro: emsamblador de sua magestade.” En Actas de Mobiliário Português, 1º Colóquio de Artes Decorativas, 27 e 28 de Setembro de 2007, FRESS, Lisboa. https://www.academia.edu/16208794/O_mobili%C3%A1rio_religioso_de_Ant%C3%B3nio_Vaz_de_Castro_ensamblador_e_entalhador_de_Sua_Magestade_act_1646_1667_ (acesso a 10/04/2020)

Miller, Judith. Antiques Encyclopedia, New Edition, Octopus Publishing Group. London: Revised edition printed, 2003.

Moncada, Miguel Cabral de. Mobiliário Lusíada. I.P.T., 2007. Edição Policopiada.

Moncada, Miguel Cabral de. "Época de Produção do Mobiliário Lusíada/1520-1750." En AAVV, ARTIS, Revista de História da Arte e Ciências do Património, 2ª série, nº 1. Lisboa: Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2013.

Murteira, André Alexandre Martins. A Carreira da Índia e o Corso Neerlandês. Dissertação de Mestrado em História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa (séculos XV – XVIII), UNL/FCSH, Lisboa 2006, http://www.cham.fcsh.unl.pt/ext/files/varia/tese_murteira.pdf (acesso a 29/04/2020).

Ortigão, José Duarte Ramalho. “A Architectura Portugueza.” En Revista mensal de construcção e de architectura pratica. Ano I, no 1 (Jan.1908)

Pinto, Maria Helena Mendes. Os Móveis e o seu Tempo, Mobiliário Português do Museu Nacional de Arte Antiga, séculos XV-XIX, I.P.P.C./ M.N.A.A. Lisboa, 1985-1987.

Pradére, Alexandre. French Furniture Makers, The Art of the Ébéniste from Luis XIV to the Revolution, Shotheby’s Publications, Oxford University Press (18 de outubro de 1990)

Romãozinho, Mónica. ” O Moderno Estylo em Portugal.” En Convergências, Revista de Investigação e Ensino das Artes, nº 3, 2009, http://convergencias.esart.ipcb.pt/?p=article&id=46 (acesso a 13/07/2020)

Rossini, Gabriel, A., A. “As Pragmáticas Portuguesas de Fins do Século XVII: Politica Fabril e Manufatureira Reativa.” En Saeculum, Revista de História, nº 22, Junho de 2010, pp. 118 e 119. https://www.academia.edu/22450577/Saeculum_-_Revista_de_História_-_no_22_-_Dossiê_História_e_História_da_Educação_-_jan._jun._2010 (acesso a 19/05/2020)

Sandão, Arthur de. O Móvel Pintado em Portugal. Espiga Pinto, 2º Milhar, nº 1988, Barcelos 1978.

Scheurleer, Lunsingh H.“The Low Countries”. En World Furniture, ed. Helena Hayward, Hamlyn, 1979.

Smith, Robert C. "Agostinho Marques of Braga and His Furniture in the Portuguese National Style." En The Burlington Magazine, Vol. 111, No. 800, Nov.1969. https://www.jstor.org/stable/876139?seq=1 (acesso a 25/04/2020)

Sousa, Rita da Conceição Borges de, e Basto, Celina. Normas de Inventário, Mobiliário, Artes Plásticas e Artes Decorativas. I.P.M. Maio 2004.

Stooter, J. Arte de Brilhantes Vernizes & das Tinturas, 1728. http://www.ciarte.pt/tratados/autores.html#S (acesso a 19/05/2020)

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.